23 março 2022

O conhecimento, experiência, vida e, por fim, história, foram registrados através da humanidade de geração para geração, no início falando e perpetuando os registros daqueles que viveram antes de nós e posteriormente através da criação de símbolos que foram sendo aprimorados durante a própria história, tornando-se na escrita atual e consolidando o registro das mudanças que a humanidade proporcionou a cada geração.

A evolução da escrita foi acompanhada da inovação, mais que uma evolução cultural, este processo fomentou o desenvolvimento de tecnologias que tornou o processo de registrar informações mais simples e durável.

Dentro deste processo de inovação é curioso pensar qual a relação entre John Loud, advogado norte americano que trabalhava como bancário, os irmãos László Bíró e György Bíró, húngaros que, respectivamente, trabalhavam como editor de um jornal e como químico, e Marcel Bich, italiano fabricante de peças e instrumentos de escrita para criação de uma nova tecnologia.

Demonstrando que a inovação é para todos e pode ser proporcionada por todos, eles participaram do processo de criação, aprimoramento e popularização da caneta esferográfica que usamos até os dias atuais. Tal como toda inovação nasce, uma ideia para criar ou aprimorar o mundo a nossa volta, John criou o primeiro design de caneta esferográfica com o objetivo de possibilitar a escrita em superfícies que as canetas tinteiros não tinham boa performance. John não promoveu a comercialização de sua invenção, isto só foi ocorrer no futuro através dos irmãos Bíró.

László, objetivando criar um processo de escrita em que a tinta secasse mais rápido e evitasse as frequentes manchas, aprimorou a caneta de John através de um novo design e, com ajuda do seu irmão, testando diferentes tintas viscosas levaram ao desenvolvimento de uma nova versão aprimorada da caneta. Criaram a Bíró Pens of Argentina para produção e comercialização e estabeleceram uma nova patente.

Alguns anos depois, Marcel Bich iniciou uma série de experimentos variando o design estereográfico em busca de um produto diferente daqueles presentes no mercado. Bich queria um novo produto mais prático e competitivo e, após 4 anos de pesquisa e desenvolvimento, conseguiu criar uma caneta que atendesse a todos os requisitos que ele objetivava. Esta versão melhorada da caneta esferográfica passa a ser vendida com uma nova marca de sua criação: BIC.

Esta e muitas outras inovações que mudam nosso dia a dia podem ser proporcionadas por qualquer um, basta a criação de novas ideias, estudo e desenvolvimento experimental.

O FI Group está mundialmente presente e tem como objetivo fomentar a transformação destas ideias em inovação para a nossa realidade.

Preparamos uma série de informações sobre o tema: Inova FI. Acompanhe a nossa hashtag #InovaFI nas redes sociais para não perder nenhum conteúdo!

Se você quer entender como viabilizar a inovação na sua empresa, entre em contato conosco e receba a orientação dos nossos especialistas.