Compartilhar

Instituição disponibiliza recursos financeiros para empresas desenvolverem projetos que amenizem os impactos causados pela crise do Covid-19

A EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) ampliou o financiamento, com recursos não reembolsáveis, de projetos de inovação que tenham relação com o combate ao Coronavírus. O modelo tradicional da instituição arca com até 1/3 do valor dos projetos, mas a partir de agora o estímulo será maior, avaliado de acordo com a necessidade de cada proposta.

As novas tecnologias poderão contribuir com o tratamento, diagnóstico e monitoramento do Covid-19. Além da verba, a instituição faz o acompanhamento dos projetos e oferece sua rede de institutos de pesquisa (Unidades EMBRAPII), distribuídos pelo país, para o desenvolvimento de soluções.

“Vamos flexibilizar a regra de 1/3 de recursos não reembolsáveis, ampliando o percentual deste aporte para projetos ligados ao enfrentamento da epidemia”, afirma o diretor de planejamento e gestão da EMBRAPII, José Luis Gordon. “Nossa organização nasceu com o propósito de ajudar as empresas inovadoras a superar desafios tecnológicos. Com a situação diante do COVID-19 não seria diferente.”

Além desta medida, foram destinados R$ 6 milhões, sendo R$ 2 milhões da parceria com o SEBRAE, para projetos de startups e pequenas empresas, associadas ou não a médias e grandes empresas, para a criação de soluções que amenizem o impacto da crise.

O modelo operacional da EMBRAPII é ágil e não depende de edital, basta a empresa procurar uma das 42 Unidades EMBRAPII e apresentar sua proposta. O projeto passa por uma análise e, caso aprovado, o recurso é liberado, sem burocracia.

Fonte: EMBRAPII

×